logo

#CÉUVERMELHO

Vamos falar sobre a poluição luminosa?

 Em1994, um terremoto de 6,7 graus de magnitude atingiu  Los Angeles às 4h30 da manhã, acordados pelo terremoto os moradores deixaram as suas casas e saíram para a rua. Estava assustadoramente escuro, pois o terremoto havia provocado um apagão pela cidade e quando eles olharam para o céu, assustados ligaram para o 911 pois uma nuvem prateada cortava o céu de ponta a ponta, com medo de uma invasão alienígena ou que esta misteriosa nuvem fosse a causadora do terremoto. Esta nuvem prateada não era nada mais e nada menos que a Via Láctea, e os moradores de Los Angeles estavam olhavam para um céu que nunca tinham visto antes, incontáveis estrelas cintilavam pelo céu, galáxias, planetas e até mesmo satélites cruzando o céu, antes escondidos cobertos por um manto de poluição luminosa..

25 anos se passaram desde então e as cidades cresceram e ficaram mais iluminadas, e a poluição luminosa cresceu vertiginosamente, atualmente com a chegada das lâmpadas a LED, a conta de luz deixou de ser um grande problema para as pessoas e as ruas e casas estão cada vez mais iluminadas. Atualmente, milhões de crianças e até mesmo pessoas já adultas em todo o mundo nunca experimentarão a sensação de ver a Via Láctea, no mundo todo, 80% das pessoas já vivem debaixo de poluição luminosa,  e isto é só a menor parte do problema, o aumento e o uso de luz artificial à noite não apenas prejudica a nossa visão do universo, como afeta nosso meio ambiente e até mesmo a nossa saúde. 

Mas o que é a poluição luminosa?

Provavelmente você passou a vida toda sem nunca ter ouvido falar na palavra “poluição luminosa”, e já está familiarizado com a poluição do ar, da água e da terra. O uso excessivo de luz artificial  conhecido como poluição luminosa pode ter sérias conseqüências ambientais para os seres humanos, a vida selvagem e o clima, além de interferir na visibilidade das estrelas.A poluição luminosa é um efeito colateral da industrialização, e suas fontes incluem qualquer fonte de luz, tais como anúncios publicitários, iluminação pública, e até mesmo as luzes de nossas residências e jardins, (lembram daquelas luminárias verdes projetando a luz na copa das árvores?) e tem consequências sérias sobre o meio ambiente.

Para citar alguns exemplos, os postes de luz costumam atrair as aves migratórias desorientando as e fazendo com que se percam, as tartarugas marinhas também são afetadas gravemente pela poluição luminosa, as fêmeas evitam as praias iluminadas e seus ovos acabam se concentrando em pontos escuros, facilitando a ação de predadores, e seus filhotes ao nascer costumam seguir as luzes dos postes ao invés de seguir em direção ao mar . Uma única fonte de luz atrai e mata centenas de insetos por noite, afetando o equilíbrio ecológico, a quanto tempo você não vê um vagalume por aí? 

Este gráfico compara como o céu é visto sob diversas condições de poluição luminosa. Repare a diferença entre o céu das regiões metropolitanas urbanas e das zonas rurais.

Se você quiser descobrir como está a poluição luminosa no local onde você mora, use este mapa interativo:

https://darksitefinder.com/maps

Como resolver?

O fato é que grande parte da iluminação externa utilizada atualmente é ineficiente, excessivamente brilhante, mal direcionada, mal protegida e, em muitos casos, completamente desnecessária. A boa notícia é que a poluição luminosa é parcialmente reversível e cada um de nós pode fazer a diferença!  Você pode começar reduzindo a luz da sua casa à noite e substituir as luminárias da área externa da sua casa por outras que não espalhem tanto a luz para o céu, nas ilustrações abaixo você pode ver alguns exemplos de luminárias que evitam a poluição luminosa.

Illustrations by Bob Crelin used with permission. May be copied and freely distributed.

Mas sozinhos não conseguimos mudar isto, e precisamos conscientizar as pessoas, e principalmente as empresas e o poder público sobre os efeitos da poluição luminosa, fale sobre isto com seus amigos e familiares e vamos começar uma campanha, fotografe o céu estrelado de dentro da sua cidade, poste nas redes sociais falando sobre a poluição luminosa, coloque o nome da sua cidade, e use a hashtag #ceuvermelho.

  • Share

Comments are closed.